Entrevistado:  Tiago Romão        -          Junho de 2008
     O atleta Tiago Romão Batista nascido e criado no bairro Benfica, fala das dificuldades em conseguir patrocínios para seguir com uma carreira sólida no mundo esportivo.
   Tiago tem 23 anos e uma coleção imensa de medalhas conquistadas dentro e fora do país. Começou a carreira aos 7 anos de idade no trampolim, uma modalidade da ginástica esportiva na E.E. Professor Lopes,
na época seu professor de educação física e técnico, Wanderson Zambelli Pedrosa, criou dentro da mesma escola, um projeto com  aproximadamente 60 crianças (todas alunas da escola) para que se desenvolvesse a prática da ginástica.
    Com o passar do tempo, Tiago ganhou experiência e a oportunidade de participar de competições nacionais e internacionais. Tendo  dificuldades para se conseguir patrocínios, encontrou na família o apoio que precisou para arcar com despesas de passagens e hospedagem, onde Tiago dá ênfase à sua grande parceira, a mãe, que sempre o incentivou. Tiago lembrou também que, em Juiz de Fora é muito difícil conseguir patrocínios, pois a cidade não possui uma política esportiva atuante, cabendo ao atleta a procura junto a iniciativa privada.
    Em sua passagem pela Academia de Comércio obteve apoio para treinar. Durante sua jornada esportiva Tiago conheceu vários países como Austrália, Argentina, África do Sul, Alemanha, Dinamarca, Espanha, Holanda e Canadá, disputando campeonatos mundiais.
O melhor resultado internacional foi no Mundial da África do Sul, onde conquistou o 10º lugar aos 15 anos, competindo como o mais jovem atleta da categoria juvenil. Tiago conquistou aproximadamente cerca de 200 medalhas entre ouro, prata e bronze e o título mais importante da carreira foi o de tri-campeão brasileiro. 


Alemanha 2003 / Campeonato Mundial de Trampolim

   
Seu sonho sempre foi disputar uma olimpíada. Tiago disse ser importante lembrar, que em 2003 o governo implantou o bolsa-atleta, onde todos os atletas de nível de seleção recebem uma ajuda de custo de R$ 750,00/mês. Comentou ainda que Benfica é um celeiro de esportistas, e que na maioria das vezes não tem o reconhecimento local e acabam se transferindo para outros países, tentando seguir  carreira no esporte, já que não podem contar com os patrocínios na região, mesmo sabendo que existem muitas empresas que seriam capazes de investir nestes atletas que nascem de nosso meio.
    Atualmente pensa em parar de competir para se dedicar aos treinamentos de novos alunos.
    Tiago destacou o crescimento do bairro Benfica que para ele é muito bom e tem planos para implantar um projeto onde possa difundir a ginástica no bairro.
   
Aos 8 anos na E.E. Prof. Lopes, competição no Colégio Academia Campeonato Mineiro de Trampolim julho /2004
   
Algumas das medalhas conquistadas Um dos troféus conquistados
topo
© benficanet.com - contato@benficanet.com