Fique Sabendo
SÃO JUDAS TADEU QUER UMA UNIDADE DA POLÍCIA MILITAR - 17/03/2014

1459 acessos.

Mobilização no bairro São Judas Tadeu levou a comunidade para rua que contribuiu com sua assinatura num ato de reivindicação ao poder público para tomarem providências urgentes no que se refere ao grande crescimento da violência na região. O movimento aconteceu dia 15 na rua Monsenhor Francisco de Paula, onde há um mês atrás um adolescente efetuou disparos com uma arma de fogo fazendo uma vítima, ANDERSON SOARES, 40 anos, que acabou falecendo dias depois. Em meio a tudo isso as pessoas estão se unindo tentando mudar essa história.
Já foram mais de 300 assinaturas... E o trabalho continua no próximo sábado (22). Participem desta luta!

........................................................................................................................................
Movimento pela paz na Zona Norte começa a recolher assinaturas - 15/03/2014

O movimento "Basta de violência: a Zona Norte pede paz" começa a recolher assinaturas pedindo ações dirigidas ao desarmamento nas áreas de maior incidência de conflitos e disparos, como também o fortalecimento dos Conselhos Tutelares. A primeira ação vai acontecer neste sábado (15/03), a partir das 11h, no bairro São Judas Tadeu, com panfletagem e "tarde participativa", pois tintas e cartolinas serão distribuídas para que pessoas de todas as idades possam deixar o seu recado.

A comunidade foi escolhida porque neste domingo, dia 16, completa um mês de falecimento de Anderson Marcos Soares, 40 anos, vítima inocente de arma de fogo. O evento será realizado na rua Monsenhor Francisco de Paula, próximo ao local onde ocorreram os disparos. Além de fazer um ato em memória de Anderson, os moradores pedem a instalação de uma unidade da Polícia Militar. "Soubemos que existia este projeto e precisamos retomá-lo, pois as coisas pioraram com a saída a do batalhão", argumenta o morador Jorge Henrique Giacomini.

A campanha não se restringe ao pedido de polícia, pois os organizadores entendem que segurança pública requer melhorias na comunidade e ações preventivas e é necessário ampliar este debate. "Cada comunidade visitada pelo movimento vai assinar um livro. Neste livro as pessoas vão aderir as duas reivindicações gerais, mas para cada ato, a comunidade tem a sua própria reivindicação que encabeça a atividade e o seu abaixo-assinado específico. No caso de São Judas Tadeu, é a unidade da PM, mas em outros locais pode ser uma praça, uma escola, etc...", explica Aline Junqueira, jornalista. O próximo ato deve acontecer na Vila Esperança, devido aos recentes episódios e o pedido de moradores.

........................................................................................................................................ 
Veja Movimento pela Paz em Benfica - 15/02/2014

... movimento "Basta de violência. A Zona Norte pede Paz" ganhou forças pela avenida Juscelino Kubitschek, onde os moradores de São Judas Tadeu e moradores de Benfica após passeata se encontraram em frente ao Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU),
ainda em construção, para marcar o momento através de um grafite coletivo, que
contou com a participação do artista plástico Lúcio Rodrigues.
  
    Comente!
© direitos reservados desde 2008 -  benficanet.com - contato@benficanet.com