Fique Sabendo
Comunidade espera ação da PJF na saúde - 12/03/2014

1417 acessos.

Mais de duzentas pessoas passaram pelo ato "surpresa" na UAPS-Benfica, antiga Policlínica, realizado na manhã desta quarta (12/03). Várias comunidades participaram além de Benfica, como Ponte Preta, Vila Esperança I e II, Araújo, São Damião, Nova Era e Santa Lúcia. A população, representada pelo movimento Benfica bem melhor e pelo Conselho Local de Saúde, reclama do sucateamento da unidade, principalmente da falta de medicamento, de médicos e tentativa de retirar o Raio X. As entidades cobram plano de trabalho e cronograma de execução do "Centro de Especialidades", que já foi negociado com o Conselho Municipal de Saúde e Prefeitura e tem indicação de emenda parlamentar da deputada federal Margarida Salomão (PT).

Todas as reivindicações foram apresentadas aos vereadores Wanderson Castelar (PT) e José Fiorilo (PDT), da Comissão de Saúde, que visitaram a localidade. A coordenadora da Atenção Primária, Cláudia Rocha Franco, garantiu aos representantes da comunidade que o Raio X não será retirado e se prontificou a participar das reuniões do Conselho Local de Saúde, desde que o convite seja formalizado. Ela se comprometeu a encaminhar o projeto do "Centro de Especialidades" e agendar um encontro da Secretaria de Saúde com uma comissão do movimento para discuti-lo.

Apesar do relato da coordenadora sobre o andamento dos trabalhos na Secretaria, as lideranças continuam desconfiadas. "Desde julho do ano passado conversamos e a resposta que tivemos foi essa, não reposição do quadro médico clínico e ameaça de perder o Raio X. Daqui não sai mais nada até a reestruturação, com qualidade, do atendimento primário e a efetivação da nova proposta de atendimento secundário", argumenta Geraldo Zeferino, presidente do Conselho Local de Saúde.

Aline Junqueira, presidente da Associação de Moradores do Bairro Benfica, lembra que o prazo para as prefeituras enviarem o plano de trabalho dos projetos com emenda parlamentar ao governo federal termina na próxima sexta, dia 21. "Até agora não sabemos nada desse projeto. Temos medo de perder o recurso ou aparecer algo sem discussão com a comunidade", argumenta.

As lideranças vão levar suas reivindicações à reunião do Conselho Municipal de Saúde que acontece à noite, às 19h, à rua Batista de Oliveira, 239, 4o. andar.

..........................................................................................................................................
Comunidade protesta contra o descaso da PJF com a saúde na Zona Norte - 11/03/2014

...
Não é a primeira vez que o fato acontece. Durante o ano de 2013, os conselheiros locais de saúde tiveram que intervir não só para manter o serviço de Raio X como também o aparelho de ar condicionado. “Parece que não há qualquer controle da administração sobre os equipamentos, as pessoas chegam aqui dizendo que têm ordens para retirar. A Secretaria informa que não deu ordem, mas volta e meia bate alguém. Temos a impressão que se dormirmos no ponto, a unidade vai ficar só no tijolo”, alega Geraldo Zeferino, presidente do Conselho Local de Saúde.

Os problemas na UAPS-Benfica e na UPA Norte já foram levados ao conhecimento da prefeitura e da câmara, segundo as lideranças. A PJF sinalizou a possibilidade de retomar o atendimento secundário na região por meio da implantação de um “Centro de Especialidades” no local. “Nós apresentamos essa discussão, encaminhamos ao Conselho Municipal de Saúde e ao Secretário José Laerte, desde julho do ano passado. Retomamos o debate na Câmara Itinerante, em agosto, e nas discussões sobre o Plano Plurianual, realizadas em outubro. Não aguentamos mais falar a mesma coisa e não ver qualquer ação nesse sentido”, argumenta Aline Junqueira, presidente da Associação de Moradores do Bairro Benfica. Ela informa que o movimento negociou emenda parlamentar com a Deputada Federal Margarida Salomão para garantir as obras e equipamentos do Centro de Especialidades. No dia 21 de março, termina o prazo para que as prefeituras enviem seus planos de trabalho. “Nós não conhecemos projeto algum, não há qualquer cronograma discutido com o Conselho Local de Saúde. Tememos que não haja execução da emenda, ou apareça um projeto sem sentido, por incompetência da Secretaria que não tem controle sobre seu próprio patrimônio”, complementa.
...

Veja matéria de convocação do manifesto.
E leia ainda trecho do último documento entregue ao Executivo, especificamente à Secretaria de Governo (16/01), com as ponderações das lideranças das Zona Norte sobre as respostas da PJF aos requerimentos da Câmara Itinerante...

 
  
    Comente!
© direitos reservados desde 2008 -  benficanet.com - contato@benficanet.com