................................................................................................................................................................
Fique Sabendo
Paróquia de Benfica reconta sua história
 

07/03/2013

3306 acessos.

benfica_out1973
Benfica - outubro de 1973
benfica2013
Benfica - hoje (2013)

Contar a trajetória a partir das memórias dos paroquianos e fortalecer a caminhada na fé. Esta é a proposta das comemorações do jubileu de setenta anos da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, dentro do Ano da Fé, em Benfica, que serão iniciadas no próximo domingo, dia 10 de março. A abertura acontece às 9h, com a missa na qual serão entregues 650 Bíblias aos catequizandos.

Após a celebração, a exposição "Nossa história, nossa memória" começa a ser construída. Isto porque a proposta é abrir o Livro de Memórias, no qual os moradores e visitantes vão deixar registradas as suas lembranças da paróquia. O público também poderá conferir no primeiro Livro de Tombo, o decreto de Dom Justino José de Sant'Ana, bispo de Juiz de Fora naquele momento, fixando os limites da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, entre fotos e outros documentos.

A paróquia foi instituída a 30 de dezembro de 1943. Naquela época, iniciava-se à rua Olavo Bilac, na região da Cerâmica e se estendia para além da Barreira e Dias Tavares, fazendo divisa com Piau, Paula Lima e Chapéu d'Uvas. Abrangia ainda Penido, delimitando-se com Torreões, antes denominado São Francisco de Paula, com São Pedro e Glória. A igreja já existia. Foi construída pelo redentorista Pe. Gabriel Van Wijk, de 1935 a 1942. Apesar dos moradores antigos terem referência nele, o primeiro pároco de Benfica foi Pe. Ignacio de Almeida.

Menor em território, atualmente ela abrange os bairros de Benfica, Bela Vista, Bom Jesus, Jardim de Fátima, Ponte Preta, Jardim Santa Bárbara, Vila Esperança I e II, Distrito Industrial e a área rural do Caracol. Tão importante como em outros tempos abriga mais de 20 mil habitantes.

"A mobilização do povo para o desenvolvimento do bairro passou pela mobilização da própria igreja na região, por isso ela é forte nas lembranças dos mais velhos", conta Aline Junqueira, mestranda em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Organizadora da exposição, ela desenvolve um trabalho de coleta de depoimentos de moradores desde 2003 e sua pesquisa é sobre a memória da localidade. "Restaram poucos registros da história da paróquia, além disso, o que restou é a visão do pároco. Daí veio a ideia de fazermos a exposição ao longo do ano, envolvendo os moradores".

Os paroquianos também vão poder colaborar na reconstrução destes setenta anos disponibilizando fotos para serem digitalizadas. "A exposição vai mudando enquanto as pessoas vão se sentindo parte da história e querem mostrar como participaram da vida na paróquia. Isso é viver e comunicar com a alegria a nossa experiência do amor em Cristo, como nos lembrou Bento XVI para instituir o Ano da Fé", comenta Guanair da Silva Santos, atual pároco.

Nesta mostra, além do Livro de Memórias, o visitante vai encontrar alguns jornais e documentos que tratam da fundação da Paróquia. Ao longo do ano até a data do aniversário, outras temáticas serão incorporadas. A exposição abre neste domingo (10/03), logo após a missa das nove, no salão anexo à Igreja Imaculada Conceição, à rua Tomé de Souza, Benfica.

Outras informações:
 
Aline Junqueira (organizadora) 32 3222-1181 e 8842-1443
Pe. Guanair da Silva Santos (pároco) 32 9118-3213 e 3222-1266

1950 / foto: acervo Paróquia de Benfica
 
  
    Comente!
Comentário:

Germani Wallas de Paula - Benfica - JF - 15/04/2013
É uma pena não existir mais esta tradição de banda na igreja.
© direitos reservados desde 2008 -  benficanet.com - contato@benficanet.com